Início Frater Jovem Artigos Vícios e virtudes

Vícios e virtudes

“A liberdade como dádiva de Deus. O pecado como prisão invisível do mundo.”
Quando se fala em vício, lembra-se, facilmente, das drogas ou de qualquer coisa que cause dependência no ser humano. De modo geral, um conceito satisfatório está realmente próximo disso: vício é uma disposição habitual para um certo mal.
 Na vida de um cristão, este conceito está intrinsecamente relacionado a uma das mais virtuosas características do homem feito à imagem e semelhança de Deus: a liberdade.

Com relação à vida do jovem cristão, podemos direcionar esta análise com um destaque devido aos distúrbios sexuais, nem tão raros nessa etapa da vida. É importante, porém, lembrar que, apesar de comum, esse mal não deve ser encarado com normalidade, mas com maturidade e coragem.
Vivemos num mundo no qual os valores ensinados por Jesus estão longe de serem prioridades. A “cultura” valorizada nesse mundo se fundamenta numa liberdade que contraria a responsabilidade e o autocontrole. Ser livre é, segundo essa teoria, fazer tudo o que quisermos e pudermos. Porém, ao abraçarmos os vícios, estamos nos tornando escravos de tais práticas e fazendo, em vão, o sacrifício de Cristo, Aquele que nos libertou ao entregar Sua vida por nós.

É nesse mundo que o cristão deve superar os obstáculos na caminhada em busca da castidade, mesmo que todas as mídias ofereçam e propaguem a pornografia e o uso do corpo como objeto. O jovem não deve ser alienado. Ele deve estar no mundo, mas não ser dele. Deve saber impor sua personalidade em todas as situações. Uma das mais belas virtudes de um cristão é saber colocar-se no seu lugar de ser amado e reconhecer o senhorio de Deus como o Ser que ama infinitamente e está pronto para perdoar. Poder contar com auxílio de Nossa Senhora é outra dádiva que temos para vencer o mal. Cada vez que uma pessoa resiste a uma tentação, ela se fortalece e ganha mais ânimo pra vencer outras batalhas que virão.

Se cairmos, é preciso saber nos levantar de cabeça erguida, sem martírios ou culpa, até porque nada disso é maior do que o amor de Deus por nós. A liberdade é um dom que o Senhor nos deu, por isso não podemos deixar que o mundo a roube de nós. Quando o maligno nos oferecer uma falsa liberdade, maquiada por beleza aparente e prazeres físicos (e é assim que ele tenta nos pregar peças no dia-a-dia), precisamos saber tomar posse das virtudes de um seguidor de Cristo para vencer esta batalha.

“É para que sejamos homens livres que Cristo nos libertou. Ficai, portanto, firmes e não vos submetais outra vez ao jugo da escravidão (Gálatas 5:1).

Fonte - Renato Silva Santos

 
Rádio Fraternidade
Campanha Dezembro

12%
Graças a Deus, fechamos
a Campanha em Novembro.
Continue nos ajudando e
vamos juntos construir
um mundo fraterno.
Pe.Ladislau Molnár. 

Pesquisa no Site
Mensagens da Bíblia
Como um pai tem piedade de seus filhos, assim o Senhor tem compaixão dos que o temem. (Salmo 102, 13)